Rótulo de Vinho: Elementos Essenciais

Conheça os elementos essenciais a ter num Rótulo de Vinho

Rótulo de Vinho: Conhece os elementos essenciais aquando da rotulagem?

Para os produtores de vinho, agosto, setembro e outubro são meses reservados para a época das vindimas. Depois disso, a grande preocupação é o engarrafamento do vinho e posterior rotulagem.

Todas as garrafas de vinho precisam de um rótulo. Em resumo, funciona como um cartão de visita e é a comunicação entre o produtor e o consumidor, além de que é uma obrigatoriedade legal para ser comercializada.


Então, quais os elementos essenciais num Rótulo de Vinho?

1. Nome do Produtor/Marca

Quem produziu o vinho? Aqui tanto pode ser o nome do produtor do vinho ou o nome da própria marca de vinho. Por norma, esta informação aparece no fim contrarrótulo ou no início rótulo, mas sempre de forma a que o consumidor consiga facilmente identificar.

2. Nome do Vinho

Além do nome da marca ou do produtor de vinho, é também fundamental incluir o nome do vinho. Estrategicamente colocado no meio da garrafa, ao nível dos olhos do consumidor, é usual optar por um lettering grande e apelativo para facilitar a diferenciação da garrafa de vinho das restantes e também a sua divulgação.

3. Região

Em que região é a produção vinícola? Este é um elemento essencial, sobretudo para o consumidor. Através da região, consegue rapidamente perceber as características do vinho, desde o aroma à doçura e acidez. É um vinho mais encorpado ou leve? O seu aroma é intenso? Estas são algumas informações que é possível deduzir com base na região onde foi produzido.

4. Teor Alcoólico

Expresso em percentagem (%), informa o consumidor do teor de álcool presente, em função do volume. Esta informação poderá ir identificada no rótulo ou no contrarrótulo e varia consoante a garrafa e a disposição do rótulo, isto porque poderá ter apenas 1 rótulo na garrafa. Além dessa, é também importante incluir a quantidade em mililitro (ml).

5. Declaração de Sulfito

Todos os vinhos contêm sulfito. No entanto, segundo as normas Europeias, se contiver menos de 10 miligramas de sulfitos por litro, é considerado um vinho sem sulfitos e não precisa de colocar essa informação no rótulo. Caso o número seja maior, é obrigatório apresentar essa informação no rótulo, geralmente visível como "contém sulfitos", na parte de trás da garrafa.

6. Avisos

Todas as bebidas alcoólicas com teor de 0,5% ou superior, são obrigadas a ter um campo que apresenta avisos específicos definidos pelo Governo e dependem. São informações relacionadas com saúde, como, por exemplo, "é desaconselhado que as grávidas consumam bebidas alcoólicas" ou "maiores de 18 anos não podem consumidor bebidas alcoólicas". No entanto, há diversas regras para apresentar este conjunto de informações num rótulo.



Apesar de o tema central deste artigo ser os elementos essenciais a apresentar num rótulo de vinho, é igualmente importante perceber qual o poder do rótulo na ótica do consumidor.

Numa altura em que a concorrência é grande, nunca foi tão crucial apostar na diferenciação da sua garrafa de vinho. Como? Através do rótulo, um dos primeiros pontos de contacto do cliente com o seu produto. Desde o design, à tipografia, cores, materiais utilizados e até acabamentos são fatores que vão influenciar a perceção e opinião do consumidor relativamente ao seu vinho.

Saiba como criar um rótulo de vinho diferenciador aqui.


Com 19 anos de experiência, somos uma empresa de referência na indústria de etiquetas e rótulos.

Acompanhamos e orientamos o cliente durante todo o processo, desde o design, produção do mesmo, até à venda de impressora de etiquetas e assistência. Para aconselhamento ou pedido de orçamento, entre em contacto connosco aqui.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


Comentário


Nome

Email

Url